Tuesday, October 30, 2007

o amor não é um 'estado civil' qualquer que devemos atingir e, uma vez nele, a felicidade é certa...

Depois de uma conversa neste último fds com um grande amigo decidi ressuscitar o blog e começo precisamente com um dos temas da conversa: a crise da familia hoje em dia.

Nem de propósito recebo hoje um mail de uma também grande amiga, onde constava a frase de acima.

Assim achei que devia abrir aqui um tema à discussão ou simplesmente deixar o meu ponto de vista...

Já de há muito tempo para cá que acho que os principios estão invertidos e sinto-me um pouco única entre a espécie «mulher».... Acho que a grande crise não é da instituição casamento, mas da forma como as pessoas buscam no casamento aquilo que deviam buscar antes dele e creêm que a felicidade virá depois e quando não vem, claro....partem para o patamar filhos e depois descobrem que tb não vem....depois vêm os divórcios...

bem fico-me por aqui...por hoje

Ana Almeida Dias

2 Comments:

At 6:27 PM, Blogger Artur.S said...

Claro que o amor não é um estado civil... é um estado... de graça.!

 
At 9:17 AM, Blogger Aninhas said...

estado de graça!!! É isso mesmo, um dom que devemos agradecer e tornarmo-nos merecedores!!

 

Post a Comment

<< Home