Monday, December 22, 2008

Feliz Natal dos Financeiros


Tuesday, December 16, 2008

O Amor

"O amor, quando se revela,
Não se sabe revelar.
Sabe bem olhar p'ra ela,
Mas não lhe sabe falar.
Quem quer dizer o que sente
Não sabe o que há de *dizer.
Fala: parece que mente
Cala: parece esquecer
Ah, mas se ela adivinhasse,
Se pudesse ouvir o olhar,
E se um olhar lhe bastasse
Pr'a saber que a estão a amar!
Mas quem sente muito, cala;
Quem quer dizer quanto sente
Fica sem alma nem fala,
Fica só, inteiramente!
Mas se isto puder contar-lhe
O que não lhe ouso contar,
Já não terei que falar-lhe
Porque lhe estou a falar..."

Fernando pessoa

Friday, December 12, 2008

Viva la Vida!

Numa altura em que Joe Satriani acusa os Coldplay de plágio na música Viva la Vida, eu deixo aqui a minha homenagem a uma banda que considero excepcional. Tudo começou com um aniversário meu há dois anos atrás em que me ofereceram o disco deles. Na altura pensei, ora aí está um daqueles CD's que eu nunca compraria, primeiro porque já quase não compro CD's, segundo porque aquilo que oiço na Rádio é quase tudo música descartável, daí a um mês já nem nos lembramos. Mas comecei a ouvir o CD e surpreendeu-me, voltei a conhecer uma banda da qual gosto verdadeiramente de todas as músicas do album, coisa que já não me acontecia há muitos anos.

Desde que saiu o Viva la Vida que o oiço incessantemente, é sem dúvida muito bom. Tem músicas como "Reign of Love" com uma musicalidade divina. Deixo aqui a minha música preferida preferida deste album que é linndaaaaaaaaaa!!

http://www.youtube.com/watch?v=E_exesnCA5Y

Quanto ao Satriani, temos pena, gostava dele, mas nunca passou de um bom guitarrista e a música é feita de muito mais que isso.

O senhor não tem idade nem curriculum! - José Sócrates num momento de alucinação...

No último debate parlamentar quinzenal, o Primeiro-ministro José Sócrates num momento de alucinação dirigindo-se a Francisco Louçã disse: ' Você não tem idade nem curriculum ...'.

Uma boa piada, diz o jornalista do Portugal Diário! Eu fui à Internet verificar o curriculum e não resisto a publicar:

Actividade política: *Louçã, nasceu em 12 de Novembro de 1956. Participou na luta contra a Ditadura e a Guerra no movimento estudantil dos anos setenta, foi preso em Dezembro de 1972 com apenas 16 anos e libertado de Caxias sob caução, aderindo à LCI/PSR em 1972 e em 1999 fundou o Bloco de Esquerda.
Foi eleito deputado em 1999 e reeleito em 2002 e 2005. É membro das comissões de economia e finanças e antes comissão de liberdades, direitos e garantias. Foi candidato presidencial em 2006.

Actividades académicas: Frequentou a escola em Lisboa no Liceu Padre António Vieira (prémio> Sagres para os melhores alunos do país), o Instituto Superior de Economia (prémio Banco de Portugal para o melhor aluno de economia), onde ainda fez o mestrado (prémio JNICT para o melhor aluno) e onde concluiu o doutoramento em 1996> Em 1999 fez as provas de agregação (aprovação por unanimidade) e em 2004 venceu o concurso para Professor Associado, ainda por unanimidade> do júri. É professor no ISEG (Universidade Técnica de Lisboa), onde tem continuado a dar aulas e onde preside a um dos centros de>investigação científica (Unidade de Estudos sobre a Complexidade na> Economia).

Recebeu em 1999 o prémio da History of Economics Association para o melhor artigo publicado em revista científica internacional. É membro da American Association of Economists e de outras associações internacionais, tendo tido posições de direcção em algumas; membro do conselho editorial de revistas científicas em Inglaterra, Brasil e Portugal; 'referee' para algumas das principais revistas científicas internacionais (American Economic Review, Economic Journal, Journal of Economic Literature, Cambridge Journal of Economics, Metroeconomica, History of Political Economy, Journal of Evolutionary Economics,> etc.).

Foi professor visitante na Universidade de Utrecht e apresentou conferências nos EUA, Inglaterra, França, Itália, Grécia, Brasil, Venezuela, Noruega, Alemanha, Suíça, Polónia, Holanda, Dinamarca, Espanha. Publicou artigos em revistas internacionais de referência em economia e física teórica e é um dos economistas portugueses com mais livros e artigos publicados (traduções em inglês, francês, alemão, italiano, russo, turco, espanhol, japonês).

Em 2005, foi convidado pelo Banco Mundial para participar com quatro outros economistas, incluindo um Prémio Nobel, numa conferência científica em Pequim, foi desconvidado por pressão directa do governo chinês alegando razões políticas.
Terminou em Agosto um livro sobre 'The Years of High Econometrics' que será publicado brevemente nos EUA e em Inglaterra.

Obras publicadas:
Ensaios políticos Ensaio para uma Revolução (1984, Edição CM)
Herança Tricolor (1989, Edição Cotovia)
A Maldição de Midas – A Cultura do Capitalismo Tardio (1994, Edição Cotovia)
A Guerra Infinita, com Jorge Costa (Edições Afrontamento, 2003)
A Globalização Armada – As Aventuras de George W. Bush na Babilónia, com Jorge Costa (Edições Afrontamento, 2004)
Ensaio Geral – Passado e Futuro do 25 de Abril, co-editor com Fernando Rosas (Edições D. Quixote, 2004)
Livros de Economia Turbulence in Economics (edição Edward Elgar, Inglaterra e EUA, 1997), traduzido como Turbulência na Economia (edição Afrontamento, 1997)
The Foundations of Long Wave Theory, com Jan Reinjders, da Universidade de Utrecht (edição Elgar, 1999), dois volumes
Perspectives on Complexity in Economics, editor, 1999 (Lisboa: UECE-ISEG)
Is Economics an Evolutionary Science?, com Mark Perlman, Universidade de Pittsburgh (edição Elgar, 2000)
Coisas da Mecânica Misteriosa (Afrontamento, 1999)
Introdução à Macroeconomia, com João Ferreira do Amaral, G. Caetano, S. Santos, Mº C. Ferreira, E. Fontainha (Escolar Editora, 2002)
As Time Goes By, com Chris Freeman (2001 e 2002, Oxford University Press, Inglaterra e EUA); já traduzido para português
(Ciclos e Crises> no Capitalismo Global - Das revoluções industriais à revolução da> informação, edições Afrontamento, 2004) e chinês (Edições Universitárias de Pequim, 2005)

* Fonte Wikipédia

Sobre sócrates, sabe-se que é engenheiro civil tirado na Universidade Independente, ainda sob suspeita de ilegalidades. Que assinava como Engenheiro quando era Engenheiro-Técnico. Que elaborou ou pelo menos assinou uns projectos de habitação caricatos. Que a sua actividade política se deu com o 25 de Abril na JSD/PSD e depois no PS como deputado e como governante. Do seu curriculum sabe-se ainda (embora ele o desconhecesse) que teve uma incursão fugaz como empresário-sócio> de uma empresa de venda de combustíveis.

Quanto a curriculuns estamos conversados!

Quanto à idade devem ter diferença de meses...

Comparar o currículo de Sócrates a Louça, é o mesmo que dizer que o vinho a martelo é superior a uma Cartuxa Reserva 2002 Tinto.

Thursday, December 11, 2008

Parabéns Manoel de Oliveira

Porque 100 anos não se faz todos os dias fica aqui a homenagem a um grande cineasta, senão talvez o maior cineasta de sempre, assim diz um critico francês - Bonnaud. Resumindo, um revolucionário ;-)

Wednesday, December 10, 2008

O que andei eu a fazer em Paris?


Estou a testar uma funcionalidade do meu novo telefone:)... À maneira! Às compras sim, mas aqui foi só mesmo para a foto:)

Thursday, December 04, 2008

Paris c'est jolie!

Aqui vou eu a caminho de Paris, bem ok, amanhã a esta hora, mas aí não haverá decerto tempo para computadores. Estou excitadíssima de voltar à cidade das luzes 11 anos depois, bem certo que já não é nenhuma novidade, mas ainda assim vai ser a primeira vez nesta altura do ano. Gosto muito das cidades no Natal, as pessoas andam mais sorridentes, fruto do consumismo ou talvez não, a verdade é que há uma luz que se acende no coração de todos. E depois claro, há a boa companhia da Magali, que me vai levar a conhecer os circuitos não-turisticos, seja lá o que venha....

...paragem obrigatória: Musée D'Orsay

Terapia do Amor - Bartolomé Murillo

"...Divino Médico de todos nós!...

Espíritos enfermos que reconhecemos ser, aqui nos encontramos buscando a terapia da Tua misericórdia, a fim de que nos libertemos das causas geradoras dos males que nos afetam.

Da mesma forma que disseste à mulher equivocada, que não voltasse a pecar, a fim de que não lhe acontecesse algo pior, ajuda-nos a agir corretamente, a fim de que não nos sucedam novas quedas, propiciadas pelo egoísmo e o orgulho que ainda nos conduzem as ações.

Somos herdeiros dos próprios atos e a dor tem-nos sido o legado de maior destaque, o que nos revela a condição de indigência em que nos encontramos.

Conhecedores da Tua palavra e dispostos à renovação, colocamo-nos ao Teu serviço conforme somos e com o pouco de que dispomos.

Favorece-nos com a medicação preventiva do amor ao próximo e auxilia-nos com a terapêutica do perdão das ofensas, a fim de curarmos as viroses d’alma que nos infetam o corpo, após contaminar-nos os sentimentos, as emoções.

Agora entendemos melhor os Teus desígnios e candidatamo-nos a ser discípulos atuantes no campo da caridade, do bem.

Não nos deixes recuar, nem estacionar, impelindo-nos ao avanço sempre, no rumo da Grande Luz, e ampara-nos, na fragilidade em que estagiamos, favorecendo-nos com a certeza plena da vitória sobre nós mesmos e a liberação consciente de nossas faltas.

Senhor! Conduze-nos, calvário acima, com os olhos postos na formosa madrugada da ressurreição vitoriosa, que a todos nos espera...

Arnaldo

(LIVRO “Nas fronteiras da loucura”, Manoel Philomeno de Miranda)."

Wednesday, December 03, 2008

Alinhamento no hemisfério sul


pronto, fui pesquisar a imagem, pois vale mais que mil palavras, não é lindo?!!!!