Monday, October 05, 2009

Vida como por magia...a vida num só dia...

"Seminário - Magia: Condicionamento ou libertação?
Lisboa (17 de Outubro – Hotel Holiday Inn)
Porto (18 de Outubro – Hotel Vila Galé)

Eis um excerto do Manuel de Apoio ao seminário:

Sananda:
Em cada sopro de vida a magia acontece. Vocês não imaginam a profundidade do que acabei de dizer. Apenas os verdadeiros mestres estão preparados para reconhecer a vida enquanto magia. Esta palavra está por demais adulterada e plena de sentidos desvirtuados. É tempo de a descondicionar, de a libertar de todos os falsos conceitos e de lhe dar um novo sentido, para que um novo entendimento possa emergir.

Introdução por Reginion:
Quando uma co-criação positiva (magia branca) ou negativa (magia negra) visa criar uma realidade tridimensional, age sobre a matéria; o tipo de impacto que se produz e o género de resultados que gera dependem da natureza da intenção, positiva ou negativa, com que a co-criação foi feita.

Em qualquer dos casos, trata-se do resultado da vossa capacidade criadora, que compartilham com a Fonte. Esta é a premissa básica que permite todo o tipo de co-criações. Todavia, para que uma co-criação negativa (magia negra) seja capaz de afectar a vida de outra pessoa, de desviar o seu comportamento e de condicionar a prática do livre arbítrio, é preciso que haja ressonância vibracional entre o emissor e o receptor. Basta que uma célula do receptor guarde apenas uma memória traumática, ou um programa condicionador, para que o processo seja possível.
Como este é o caso da maioria dos seres humanos, facilmente se deduz que raros são aqueles que já deixaram de ser vulneráveis a todo tipo de feitiçarias. (…)

Atenção: Avisem as pessoas que este Seminário de Magia será complementado com mais dois seminários. Este será uma introdução à magia e à formação espiritual de um verdadeiro mago. O segundo (A Alquimia do Coração) terá noções de magia básica: ervas, unguentos e procedimentos de magia básica. O terceiro (O Coração da Terra) terá aprendizagem de um mago face à exigência de mudança da Terra, com a conexão profunda com todos os seus elementos. Será muito forte e sobre ele falaremos mais tarde. No entanto, todas as pessoas devem ser informadas deste programa.

*************** Porquê um seminário deste tipo?

É bem provável que algumas pessoas, que conhecem o nosso trabalho e têm vindo a acompanhá-lo, achem estranho que tenhamos proposto este evento.

A fim de explicarmos a premência dele, gostaríamos de começar por dizer que, como já vem sendo hábito, ele não foi uma escolha nossa: um dia, em Junho passado, num dos habituais contactos com os nossos Amigos Mais Leves, fomos surpreendidos com esta «encomenda».

Naquela altura, nenhum de nós detinha conhecimentos suficientes sobre o assunto, mas já sabíamos que a informação necessária ao seminário acabaria por ser transmitida. É o que tem vindo a acontecer.

Vejamos, então, porque é que este seminário se apresenta aureolado de vital importância: como é sabido, a Humanidade está a ser sujeita a um poderoso e profundo processo de remoção das memórias traumáticas, relacionadas com os episódios desafiadores vividos ao longo do tempo.

A razão de ser assim é porque não podemos passar para o patamar vibracional seguinte (há quem lhe chame «ascensão») sem fazer essa purga. Quem terá o audácia de a recusar, sabendo que se trata de processo que, tornando-nos «mais leves», nos aproxima (um passinho apenas!) dos nossos Amigos?

Esta «limpeza», porém, arrasta consigo algumas consequências. Uma delas é o evidente afloramento de condicionamentos, frutos de feitiçarias, umas já antigas e outras mais recentes, as quais é preciso saber o que fazer para nos libertarmos delas, ou pelo menos minorar os seus resultados nefastos. Essa será uma das vertentes do nosso seminário que, por isso mesmo, se chama MAGIA: CONDICIONAMNTO OU LIBERTAÇÃO. I

sto é o que se pode dizer, muito sucintamente, acerca da vertente de cancelamento. Todavia, isso não é tudo. Não podemos esquecer que a situação social e familiar é, para muitos, desanimadora. Neste quadro altamente desafiador, muitas situações parecem esboroar-se assim que nos aproximamos delas, ou, irritantemente, parecem ter a capacidade de contrariar a nossa vontade.

Logo, não admira que haja quem, em desespero, recorra a todos os meios – inclusivamente a magia negra – para fazer prevalecer a sua vontade.De facto, quando a consciência é mínima, há quem não olhe a meios para atingir os seus fins egoístas, desprezando a lei suprema que estabelece que não se deve interferir com o livre arbítrio alheio. Mas é o que acontece – muito mais frequentemente do que se imagina – quando, através de «trabalhos» obscuros, se programa alguém a fazer o que não quer, ou a ver boicotados, sistematicamente, os seus esforços no sentido de harmonizar e desenvolver a sua vida. E nunca se sabe quem pode vir a ser alvo desse tipo de intenções.Quer isto dizer que é preciso saber como fazer a prevenção. Ora, essa será outra das vertentes deste seminário.

Posto isto, parece-nos escusado acrescentar mais evidências que justifiquem a afirmação de que este seminário é essencial. Você poderá achar que tudo isto tem pouca ou nenhuma importância e que, portanto, não merece a pena o investimento. Talvez. Mas, olhe, nós não estamos tão certos assim. Temos aprendido à nossa custa que é verdade aquela piada que diz: «Eu não acredito em bruxas, mas lá que elas existem, é claro que existem!»

****************** Porquê este tema? Como os nossos Amigos Mais Leves nos disseram: A magia é a condição de mestria associada à humanidade. Em cada sopro de vida a magia acontece. Vocês não imaginam a profundidade do que acabei de dizer. Apenas os verdadeiros mestres estão preparados para reconhecer a vida enquanto magia.

Esta palavra está por demais adulterada e plena de sentidos desvirtuados. É tempo de a descondicionar, de a libertar de todos os falsos conceitos e de lhe dar um novo sentido, para que, de dentro de vocês, surja uma nova visão sobre o que ela realmente é. Também a nós, este trabalho nos parece de fundamental importância, por várias razões.

A primeira é porque guardamos muitas ideias erradas acerca do que é, realmente, a magia. Tal como nos disseram: A magia não é mais do que a capacidade criadora do ser humano em acção, conjuntamente com as forças dos elementais e as forças espirituais, em fusão com a Natureza.

A segunda razão é porque a 3D está a «aproximar-se» da 4D -, donde resulta que o contacto com o «lixo» da 4D (formas-pensamento maléficas, hologramas negativos, etc.) é cada vez mais uma realidade que afecta a todos, seja qual for o seu grau de consciência. É necessário, por isso, saber o que fazer para neutralizar os desafios dessa natureza que possam surgir… e que estão a surgir.

Disso não há dúvida. Assim, segundo os nossos Amigos, este seminário tem os seguintes objectivos teóricos:
Dar, a todos os participantes, a noção do que é realmente a magia e abrir as portas a um novo conhecimento que, acima de tudo, é interno.
Quanto ao objectivo prático, temos: Proporcionar um momento vibracional único que possibilita o corte com todo o passado vibracional ligado à magia negativa, presente em quase todos os seres humanos. Ou seja, é uma excelente oportunidade para permitir que os nossos Amigos nos façam – e nos ensinem como continuar, depois, em casa - uma limpeza profunda das inúmeras «feitiçarias», «macumbas», «trabalhos» etc., de que fomos alvo ao longo do tempo.

Embora possa parecer estranho, são esses condicionamentos que originam muitos dos bloqueios com que nos defrontamos diariamente. Sabemo-lo por experiência própria. Até aceitarmos que assim é, muito tivemos que trabalhar sobre nós mesmos e submetermo-nos a muitas terapias, pois jamais imaginámos que essas práticas «sombrias» pudessem ter tanta força e tanto poder.

Lembre-se do ditado: «Quanto maior a nau, maior a tormenta.» Se você acha que a sua missão é fundamental - ou deseja que assim seja -, é bom que se prepare. Pode ter a certeza do seguinte: se a sua função tem a capacidade de ser decisiva para o processo de transformação da Terra e da sua Humanidade, você certamente será alvo de todos os tipos de boicote, visíveis e invisíveis, alguns deles extremamente poderosos.

A vida de superfície está prestes a «tocar» na 4D, onde o mais sublime convive com o mais degradante. E não vai parar tão cedo, porque o que há de degradante na 4D tem de ser anulado.

A recente fusão dos Universos Complementares (Luz e Sombra) assim o exige. Convém, por isso, saber o que fazer. Este seminário pode ser decisivo nesse sentido.

* Informações recentes dos nossos Amigos dizem o seguinte: No seminário de magia vão falar dos três tipos de trabalho de magia:
1 - Os que fazem magia negra. Já vos falaram sobre ela.
2 - Os que desfazem todo o tipo de magia.
3 - Os que fazem magia branca.

Para todos estes tipos de trabalho é necessária uma aprendizagem. Analisemos cada um destes pontos: Os magos negros submetem, aliciam e exploram o poder da vida selvagem, dos elementais e das forças de quarta dimensão. Acontece que como a mudança já ocorreu, fruto da fusão dos Universos Complementares, neste momento estes representantes da «Sombra» na Terra só podem contar com os seres de quarta dimensão e com o poder primário dos seres vegetais e animais.

Deixa-me explicar-te bem para que não haja dúvidas no seminário. O poder primário das espécies animais é a utilização da vibração do animal, que o liga ao núcleo criador da sua espécie. Neste momento, só podem utilizar uma pequena parte dessa energia porque já não têm acesso ao poder da alma colectiva nem ao núcleo criador. Exemplificando, quando matam um galo, a energia básica daquele ser fica marcado no chão e liberta-se para dar força ao que foi feito, mas não beneficia do conjunto energético da espécie e, de imediato, forma uma bolha contra aquele ser humano, pois está a violar a sua alma.

O universo está implacável com os abusos do poder e o mau uso do livre-arbítrio e do poder. Nunca estes dois conceitos foram tão sagrados, nunca o sofrimento da espécie humana foi tão profundo…Sobre o segundo ponto…

Muito obrigado pela atenção. Esmeralda Rios e Vitorino de Sousa"

0 Comments:

Post a Comment

<< Home