Saturday, November 06, 2010

Comunhão

"Repouse enfim o meu coração louco
No seio da Verdade e da Certeza
E seja um grande amor, ainda pouco
Quando chegar, Senhor, à Vossa mesa.

Depois, que se desprenda da minh'alma
Qualquer vislumbre de ódio ou traição
E possa erguer as mãos numa só palma
E saciar a fome do Teu pão."

Adelino da Costa Gonçalves
«Últimos Poemas»

0 Comments:

Post a Comment

<< Home