Sunday, April 10, 2011

Em nome do resgate da Terra e da sua Humanidade

"Agora que já dispõem de meios para cuidarem do vosso estado físico e vibracional, é altura de relembrar algo que já foi dito algumas vezes. Mas nunca é demais repetir, uma vez que há sempre quem não tenha ouvido. Assim, convém relembrar que a prática dos meios de que dispõem não deve visar apenas a melhoria da qualidade da vossa vida individual. (É importante que tratem dessa melhoria, para passarem a viver de uma forma mais saudável a todos os níveis, procurando manterem-se integrados na sociedade, embora sem se identificarem com ela. Não se trata, pois, de irem para a “Gruta da Montanha” ou de fazerem “jejuns no deserto”; trata-se de continuarem com os vossos afazeres, morando onde moram e fazendo o que fazem - enquanto acharem que devem morar onde moram e fazerem o que fazem -, tendo sempre presente que o vosso mundo não é esse, embora tenham de estar nele.) Repetindo: as prática dos meios de que dispõem não devem visar somente a melhoria da qualidade da vida individual; elas devem ir mais longe e serem feitas em nome do resgate da Terra e da sua Humanidade. Estes é que devem ser os objectivos. Tem de ser assim porque, como já foi dito inúmeras vezes, a humanidade forma uma simbiose com a Terra, a qual, por sua vez, está inserida num contexto mais lato, chamado sistema solar, que é parte de outros agregados mais amplos até chegar ao nível da galáxia, do cosmos, etc. Tudo está ligado em rede. Mas, no que concerne exclusivamente ao ser humano, conviria que a intenção do investimento diário fosse o resgate da Terra e da sua Humanidade. Daqui se deduz, portanto, que o trabalho individual não deve ser orientado somente para a melhoria das condições internas e externas, mas para um enquadramento mais amplo. Assim, sugerimos que, no início de cada trabalho, de cada toma de floral, de cada meditação, de cada terapia – ou seja do que for que vise melhorar as condições de vida, vossas ou do paciente -, seja declarado, convictamente, que ele é feito em nome do resgate da Terra e da sua Humanidade. Sacralizem a acção em nome do resgate da Terra e da sua Humanidade, que, embora possam parecer duas coisas - a Terra e a sua Humanidade -, são uma só. Por conseguinte, apenas vos pedimos para ganharem o hábito de sacralizarem os vossos movimentos e as vossas acções em nome do resgate da Terra e da sua Humanidade. Se, por acaso, se esquecerem, mantenham afastados os complexos de culpa e os remorsos. Muito obrigado." Os nossos agradecimentos a Ana Teresa Trindade e Tiago Jacinto pelo seu trabalho de transcrição. Pode divulgar esta mensagem por todos os meios ao seu alcance. Muito obrigado. Esmeralda Rios e Vitorino de Sousa www.velatropa.com

0 Comments:

Post a Comment

<< Home