Wednesday, November 16, 2011

À meia dúzia é mais barato

Vem esta frase a propósito de 3 coisas:

1. Obrigada Selecção! Tinha de ser sofrido senão não eramos nós, mas na verdade nunca deixei de acreditar.

2. Tenho passado um tormento aqui no Brasil com o número 6. Na verdade o tormento sou eu que o escolho passar pois de teimosa que sou não vergo e recuso-me a chamar de meia a um número que em bom português se denomina de seis. É então que oiço pela enésima vez a história da meia dúzia, e eu sempre pergunto: - E a meia dezena? E a meia centena? Acaso é seis? Não, pois não, então guardem a meia para o pé que o número continua a ser seis. Até o número da besta aqui é meia, meia, meia. Cristo!

O tormento é sempre que chamo um táxi e tenho de repetir o meu número de telefone, lá vem o silêncio após a verbalização do número seis e a pergunta de sempre: - Sete? E a resposta de sempre: - SEIS!!! .... Sete??!! ..... Seis, senhora, eu disse SEISSSSSS!!!! Irra!

3. E porque o seis leva ao três... Ou por outra, o ponto anterior leva a um ponto sobre o bom português. Não foi à toa que coloquei no início do título o "À", é que ultimamente e em especial lá pelos reinos do FB só vejo mau português. No meu tempo de escola, um acento errado era um erro, ontem ouvi alguém que lhe chamou uma gralha sem importância. Assim, hoje, parece que poucas pessoas distinguem o verbo haver em que o acento sim é "há" da preposição "à". Haja paciência!

É por essas e por outras que aqui no Brasil, se diz mim em vez de eu, e "Tem café na cozinha" como se a cozinha fosse um sujeito, em vez de "Há café na cozinha". Pior mesmo que falar mal é não entender quando alguém fala correctamente.
Enfim, metam o vosso acordo num sítio que eu cá sei, que quem o acordou segue a passos largos o caminho dos Brasileiros: tomar como correcto aquilo que se torna comumente aceite. Pois eu vos digo, podem repetir um erro mil vezes, que nunca será verdadeiro!

... parece que hoje acordei um pouco intolerante....que me perdoem aqui os meus irmãos...mas é tolerando os erros que se caminha para a extinção.

2 Comments:

At 4:29 PM, Blogger RPV said...

...e como eu odeio os acordos ortográficos, as novas linguagens usadas nos sms e não só, e todos os facilitismos que resvalam para um Português miserável.
Assino mil vezes por baixo! Excepção feita à selecção onde nada foi sofrido... a malta gosta tanto de jogar à bola, que preferiu jogar mais 2 partidas :)

 
At 4:38 PM, Anonymous Anonymous said...

Boa, gostei do ponto de vista. Positivo!
Ana

 

Post a Comment

<< Home