Thursday, March 22, 2012

Um Curso em Milagres - Lições Finais

"1. As nossas lições finais estarão livres de palavras quanto possível. Nós só as usamos no início da nossa prática e apenas para lembrar-nos de que buscamos ir além delas. Voltemo-nos para Aquele Que nos mostra o caminho e faz com que os nossos passos sejam seguros. Entregaremos estas lições a Ele, assim como damos a Ele nossas vidas a partir de agora. Pois não queremos mais voltar a acreditar no pecado que fez com que o mundo parecesse feio e sem segurança, agressivo e destruidor, perigoso em todos os seus caminhos e traiçoeiro além da esperança da confiança e do escape à dor.


2. O Seu caminho é o único para achar a paz que Deus nos deu. É o Seu caminho que todos têm de percorrer no final, pois esse é o fim designado pelo próprio Deus. No sonho do tempo, esse fim ainda parece estar longe. Mas, na verdade, já está aqui; já está nos servindo como um guia benevolente no caminho a seguir, ligamos juntos o caminho que a verdade nos aponta. E sejamos guias para muitos dos nossos irmãos que buscam o caminho, mas não o acham.


3. E a esse propósito dediquemos as nossas mentes, dirigindo todos os nossos pensamentos para servir à função da salvação. A nós é dado o objectivo de perdoar o mundo. É a meta que Deus nos deu. É o Seu fim para o sonho que buscamos, e não o nosso. Pois não falharemos em reconhecer tudo o que perdoamos como parte do próprio Deus. E assim a Sua memória é dada de volta a nós, completa e completamente.


4. É nossa função lembrar-nos Dele na terra e nos é dado ser a Sua própria plenitude na realidade. Portanto, não nos esqueçamos de que a nossa meta é compartilhada, pois essa é a lembrança que contém a memória de Deus e nos indica o caminho para Ele e para o Céu da Sua paz. e deixaremos de perdoar o nosso irmão que pode nos oferecer isso? Ele é o caminho, a verdade e avida que nos mostra o caminho. Nele reside a salvação, oferecida a nós através do nosso perdão que é dado a ele.


5. Não terminaremos esse ano sem a dádiva que o nosso Pai prometeu ao Seu Filho santo. Estamos perdoados agora. E estamos salvos de toda a ira que pensávamos pertencer a Deus e descobrimos ser um sonho. Somos restituídos à sanidade em que compreendemos que a raiva é insana, o ataque é louco e a vingança uma mera fantasia tola. Fomos salvos da ira, porque aprendemos que estávamos equivocados. Nada mais do que isso. E pode um pai ficar raiva do seu filho por que ele falhou em compreender a verdade?


6. Vamos a Deus com honestidade e dizemos que não havíamos compreendido e pedimos que Ele nos ajude a aprender as Suas lições através da Voz do Seu próprio Professor. Magoaria Ele o Seu próprio Filho? Ou apressar-Se-ia a responder-lhe, dizendo: "Esse é o Meu Filho e tudo o que tenho é dele"? estejas certo de que Ele responderá assim, pois estas são as Suas palavras para ti. E mais do que isso ninguém jamais pode ter, pois nestas Palavras está tudo o que existe e tudo o que existirá através dos tenpos por toda a eternidade."

0 Comments:

Post a Comment

<< Home